Sou mãe e trabalho.

Hoje eu me deparei com uma senhora que abriu mão de tudo para ser exclusivamente mãe. E ela tentou me mostrar por a + b, que fez a escolha certa, e não se arrepende nem quando o filho começa um choro insuportável. Aceitei. Mas não seria feliz.

Todo dia, quando eu saia para trabalhar e deixava minha filha em casa, eu desejava, por alguns instantes, ter outra vida. Entendo as consequências disso, e sei que não, eu não sou a pior mãe do mundo. Sou apenas uma mãe do século 21, que concilio trabalho e filha. E estou aprendendo na prática, sem cartilhas, como ser feliz nessa realidade que muitas de nossas mães não conheceram.

Tanto estou aprendendo que, quando chego no trabalho, lembro o quanto gosto de fazer o que faço, de ter minha independência, minhas conquistas, meus assuntos. E olhe, certamente, depois que Júlia nasceu, ser profissional se tornou a parte mais fácil da minha vida, em comparação com tanta insegurança diante da novidade de ser responsável por outro ser humano, 24 horas por dia – esteja ou não perto dele fisicamente. 

Muitas mulheres que podem se dar a esse luxo hoje optam por deixar a carreira e ser mães, como se fazia antigamente. Se essa é uma escolha sincera, maravilha, ótimo, parabéns. Mas fazê-la só para aliviar a culpa por não estar 100% disponível para o filho é um preço que você não precisa pagar, certo?

Descubra um jeito possível de conciliar maternidade e trabalho, com disciplina, flexibilidade e bom humor.

Aqui vai uma dica minha: o caminho é ter uma rotina funcional, com regras e horários, eleger pessoas em que se confia e prestar atenção ao que se está fazendo a cada momento, sem perder o foco com pensamentos na linha do “mas e se eu...?”. Acertar é um verbo que mães não usam. Afinal, estamos ocupadas descobrindo como simplesmente ser quem somos.

2 comentários:

Virna Macedo Vieira disse...

Ufa! Tem dias que eu queria me agarrar com todas as forças ao pé da cama e não sair de casa nunca mais!! Mas tem dias que eu agradeço aos céus por deixar meus dois chatos em casa (filho e companheiro) e poder ganhar meu dinheiro, pagar minhas contas e cuidar da minha própria vida!!

nath andrade disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...